Crise Financeira No Terceiro Setor: O Maior E Preocupante Impacto

crise-financeira-no-terceiro-setor-o-maior-e-preocupante-impacto

O Maior Impacto Que A Crise Financeira Teve No Terceiro Setor — E Que Pode Acabar Com A Sua ONG

Viver É Aprender Para Qualquer ONG, Mas, Quando O Assunto É A Crise Financeira, Não Se Pode Cometer Os Mesmos Erros

Como você bem deve saber, a sua ONG não está passando por um dos períodos mais prósperos que se poderia imaginar…

Afinal, com a chegada da pandemia e das particularidades que a permeiam, como a quarentena, o distanciamento social e outros fatores, não demorou muito para que os impactos negativos chegassem à sua ONG.

Por isso, vamos usar a icônica frase de George Santayana, filósofo espanhol, sobre cometer erros que já foram previstos anteriormente: “aqueles que não podem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”.

Sendo assim, estamos aqui não apenas para lembrar, mas, também, para elucidar certos aspectos sobre a crise financeira atual que já foram previstos pela de 2008 e em outras que vieram antes também.

Qual É A Lógica E O Maior Impacto Que A Crise Financeira Traz Para O Terceiro Setor?

O Terceiro Setor é formado por iniciativas privadas, ou seja, elas possuem um laço estreito com o Segundo Setor, ou seja, as empresas e o mercado em si.

Portanto, o “primeiro” a sentir o abalo da crise financeira foi o mercado, pois, a população precisou se adaptar ao momento atual para sobreviver e, consequentemente, assim como essa atitude foi tomada por pessoas físicas, ela também esteve presente nas ações das jurídicas.

Ou seja, para promover uma preservação de sua própria existência, as empresas privadas começaram a se retrair em relação aos recursos que cediam ao Terceiro Setor.

E chegamos a você: com todos priorizando suas próprias existências — físicas e jurídicas —, o que é possível fazer para sua ONG sobreviver?

E Como Você Pode Evitar Que Isso Seja Catastrófico Para A Sua ONG?

Você sabe que é impossível reduzir os impactos já provocados pela crise financeira, então, é necessário focar no que evitar a partir de agora.

Sendo assim, usando o conhecimento sobre o passado e evitando cometer os mesmos erros, é necessário entender o que as instituições do Terceiro Setor fizeram para superar essa situação em crises passadas.

Você pode recolher diversos aprendizados práticos para se utilizar na sua ONG: desde o auxílio de especialistas para entender, traçar e aplicar estratégias certeiras e adaptadas à sua realidade até fazer campanhas pelo auxílio público.

O Que Você Pode Aprender Com As Crises Financeiras Anteriores Para Não Errar Nesta?

Bom, sabemos que a sua situação é complexa e merece respostas muito além das genéricas, pois, afinal de contas, você sempre ajudou o próximo e, agora, precisa de ajuda.

E nós queremos te ajudar!

Nossa contabilidade especializada no Terceiro Setor pode te dar as melhores soluções para o momento, te mostrando caminhos que vão te fazer superar a crise e garantir a sua sobrevivência — o que, consequentemente, vai garantir a sobrevivência de outras pessoas também.

Então, venha conversar com a gente e não desista da sua ONG quando ainda existe maneiras de salvá-la!

Fonte: Gestão Terceiro Setor

Você pode gostar também

Categorias

Menu
Recomendado
Decreto publicado nesta terça-feira permite que empresas recontratem, em menos…