Confira estas dicas de prestação de contas para aplicar em sua ONG!

Confira estas dicas de prestação de contas para aplicar em sua ONG!

Saiba como fazer a prestação de contas não ser mais um problema na gestão da sua ONG!

Sua ONG tem muitos projetos para realizar, mas ainda falta alguma coisa?

Sabemos que é complicado atuar na gestão de uma ONG, afinal, são diversos aspectos envolvidos, e sua organização não funciona como as demais – que possuem fins lucrativos.

Sendo assim, a administração é um desafio para qualquer pessoa que lidera uma ONG, pois sempre aparecem problemas mais do que complexos, que precisam de soluções rápidas.

Contudo, não viemos para falar de problemas, mas sim, para oferecer a solução de, pelo menos, um dos seus problemas!

Portanto, se você quiser fazer com que a sua prestação de contas não seja mais um problema e se torne uma potente ferramenta para sua gestão, continue com a gente e confira o nosso artigo com dicas essenciais!

E então, vamos lá? Boa leitura!

Dicas fundamentais para fazer corretamente a prestação de contas de sua ONG!

Para te ajudar a fazer a melhor prestação de contas possível, separamos dicas essenciais para realizar essa tarefa da melhor forma possível.

Separe as contas

Primeiramente, contas…

Bom, as despesas que tanto tememos podem ser menos ameaçadoras com algumas atitudes!

Portanto, separar as contas é um começo!

Então, separe por setores e, assim, além de manter seus débitos organizados, será possível avaliar a quantidade de investimento que cada área precisa e a existência de gastos a mais.

Esclareça as suas aplicações para os doadores

Seguindo, a prestação de contas não diz respeito apenas às contas, mas a esclarecê-las.

Sendo assim, um dos maiores interessados nesse aspecto são os doadores, pois eles querem ter a certeza de que os recursos deles estão sendo bem utilizados.

Por essa razão, o conceito da transparência, algo fundamental para ONGs, é aplicado nesse sentido, por isso…

Mostre os resultados de suas ações!

De fato, as pessoas buscam resultados e, portanto, mostre a que a sua ONG veio!

Pois, quando os seus objetivos são atingidos, não só beneficia muitas pessoas como sua organização ganha muita credibilidade para com seus doadores.

Registre tudo

E é tudo mesmo!

Sendo assim, desde uma pequena compra até uma grande movimentação dos seus recursos, tudo precisa ser previamente registado antes de “entrar em ação”!

Pois, não apenas para fazer esclarecimento para o Governo e seus mantenedores, possuir tais registros é fundamental para sua gestão ser mais assertiva.

Faça um planejamento financeiro – e siga-o!

Por fim, de nada adianta seguir à risca todas as nossas dicas para a sua prestação de contas sem ter um planejamento financeiro por trás, apoiando a sua ONG no aspecto financeiro.

Afinal, é com ele que você poderá ter mais conhecimento sobre todos os aspectos nos quais sua gestão precisa se atentar, desde o pagamento de dívidas até os recursos necessários para concluir um projeto com sucesso.

Então, fazer um planejamento financeiro é crucial para saber as quantias monetárias disponíveis e ponderar o melhor uso delas.

Gostou do conteúdo de hoje? Deixe o seu comentário abaixo e compartilhe nas redes sociais!

Fonte: Gestão Terceiro Setor

Você pode gostar também

Categorias

Menu
Recomendado
O mundo enfrenta uma realidade nunca experimentada antes, em tamanha…