Prestação de contas: como fazer em ONGs?

Descubra Como Fazer Uma Prestacao De Contas De Ongs Da Forma Certa Blog - Quero montar uma empresa

Descubra como fazer uma prestação de contas de ONGs da forma certa!

Saiba agora mesmo como você pode fazer a prestação de contas em uma ONG da forma certa.

A princípio, devemos ter em mente que, pelo fato de as ONGs serem entidades sem fins lucrativos, elas têm o dever de apresentar todos os resultados que obtiveram de suas atividades a várias outras entidades, como o próprio poder público, colaboradores, investidores etc. para que eles possam verificar se a ONG está cumprindo a lei. 

Assim como as empresas prestam contas, a forma como a prestação é feita em ONGs é parecida com a das organizações, com diversas documentações a serem entregues, sendo necessário sempre ter atenção para não errar nada.

Dessa forma, a fim de que você saiba de cada documento que será necessário entregar e como deve ser feita essa prestação de contas, nós elaboramos este artigo para explicar cada um dos detalhes com o intuito que o processo seja feito da forma certa. 

Sendo assim, confira abaixo como você pode prestar contas de ONGs e toda a documentação necessária; esperamos que tenha uma boa leitura.

Aproveite!

Quais os documentos necessários para prestação de contas de ONGs

São vários documentos que você precisa ter: ao todo, são 7, abaixo iremos detalhar cada um deles. Confira!

  • Estatuto: esse é o documento no qual são definidos o nome da organização, a sua localização, a razão pela qual foi criada e a sua estrutura administrativa. Depois de validarem o texto do estatuto, ele deve passar pela Assembleia Constitutiva e, assim, ser registrado em cartório; 
  • Certidões: as certidões nada mais são do que um documento que reconhece a honestidade da organização e servem para deixá-la livre de tributos. Podem ser públicas ou privadas, como: a certidão de Utilidade Pública (UP), que pode ser da esfera Federal, Estadual ou Municipal, e a certidão de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS);
  • Relatórios de Atividades: para cada ação ou atividade que a organização elaborar, ela deverá fazer um relatório com os objetivos da ação e com o público-alvo, fazer o detalhamento dos recursos financeiros que foram utilizados e os resultados que obtiveram com a atividade. Lembrando que esses relatórios devem se tornar públicos para que os investidores, os colaboradores e as demais entidades possam ter conhecimento do que está sendo feito;
  • Documentos contábeis: esses são os relatórios do desempenho financeiro da organização, nos quais eles mostrarão o fluxo de caixa, a demonstração da situação patrimonial e financeiros, os documentos contábeis necessários são: Balanço Patrimonial, Demonstrativo de Resultado do Exercício, Demonstrativo de Mutações do Patrimônio Líquido, Demonstrativo do Fluxo de Caixa  e Notas Explicativas;
  • Inventário Patrimonial: é um relatório no qual devem ser especificados todos os bens patrimoniais da organização, com data de aquisição, com características, com local, com forma de aquisição e com valor;
  • Parecer do Conselho Fiscal: esse órgão é responsável pela fiscalização administrativa da entidade, seu dever é analisar todos os demonstrativos financeiros e dar um parecer sobre o conteúdo dos relatórios. Ele quem dirá se a organização é favorável ou desfavorável à prestação de contas;
  • Auditoria Independente: seu objetivo específico dentro de ONGs é analisar os balanços financeiros da organização e emitir relatórios que ajudam a entidade na administração de seus recursos.

Esses são todos os documentos necessários que você deve possuir para que seja possível fazer a prestação de contas da ONG. 

Como prestar contas da ONG sem cometer erros?

Esse é um processo que exige atenção, para que tudo ocorra da forma certa, sem erros que podem prejudicá-la – a ONG – de alguma forma.

Dessa maneira, com o fito de que você consiga fazer essa atividade, deve ter em mente que fazer um bom orçamento é essencial. 

Fazendo esse orçamento, os proprietários das ONGs poderão ter uma visão melhor dos limites financeiros e a quantidade que poderá usar em cada despesa. 

Separar as contas por centro de custos também é outra alternativa que deve estar englobada nessa atividade; a partir disso, será possível visualizar e organizar tudo o que sai e o que entra no caixa por atividade ou por projeto. 

Para empresas do terceiro setor, é recomendado que façam o orçamento a cada 12 meses, isso ajudará na hora da fiscalização para entender se o orçamento está sendo feito da forma certa.

Devemos lembrar, também, que o principal objetivo de empresas do terceiro setor é a sua transparência, então, para fazer a prestação de contas de maneira certa, você deve manter seu mantenedor sempre informado dos gastos e também dos resultados que foram obtidos através de cada projeto ou de cada ação. 

Entre agora mesmo em contato conosco!

A fim de que possamos ajudá-lo com mais profundidade nesse assunto, você pode entrar em contato com a gente, por meio de uma de nossas plataformas de comunicação.

Temos especialistas prontos para atender você e para amparar seu negócio com soluções especializadas.

Entre em contato conosco agora mesmo!

Fonte: Gestão Terceiro Setor

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Squipp Assessoria e Consultoria Contábil.

Contamos com vasta experiência prestando serviços nas áreas: contábil, fiscal, trabalhista, legal e de consultoria empresarial para diversos ramos empresariais.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website, caso você prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior esquerdo.

Sendo assim, basta nos chamar! Esperamos por você!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Você pode gostar também

Categorias

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Recomendado
Entenda como funciona um investidor-anjo Compreender alguns pontos importantes sobre…